COMPORTAMENTO

Casal gay de pinguins pegam filhote de pais héteros desnaturados

O casal gay de pinguins teria tomado uma filhote de outro casal que não estavam demonstrando serem bons pais. Tudo aconteceu no Zoológico de Odense na Dinamarca.

Funcionários do local filmaram o drama que  aconteceu no Zoológico .De acordo com os cuidadores, o casal heterossexual teria deixado a filhos sozinha, foi aí que o casal de machos “pegaram” a pinguim para cuidar.

“Acho que a fêmea saiu para tomar banho e foi a vez do macho cuidar do filhote. Por ele ter deixado ela sozinha, esse casal olhou e pensou: ‘É uma pena, mas vamos pegar ela para cuidarmos”, disse a tratadora do zoológico Sandie Hedegård Munck.

Gay_Penguin_Odense_Zoo_3Ainda segundo a tratadora, o pai biológico passou a agir como se nada tivesse acontecido, a mãe, que costuma ser mais agressiva, até procurou a filhote, mas desistiu rápido.

Depois de um tempo, o casal hétero resolveram ir atrás da cria e pegá-la de volta. Munck interviu entre os casais que brigaram para pegar a filhote. Ela foi devolvida para os pais biológicos.

O casal gay entretanto conseguiu uma outra filhote para criar a partir de uma mãe pinguim que não era capaz de se agachar no ovo, agora que Munck sabia que eles estavam interessados ​​em cuidar de um.

“Os machos não têm filhos porque não põem ovos. Então é um ótimo exercício para eles cuidarem dessa bebê. Eles se sentem úteis. Agora se um pinguim se esquecer de cuidar de um ovo, podemos sempre dar a esse casal gay”, concluiu a tratadora do zoológico Sandie Hedegård Munck.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s