ENTRETENIMENTO OPINIÃO

#música: DEUS É UMA MULHER: ARIANA GRANDE

Sim, Deus é uma mulher… mas antes de dizer qualquer coisa sobre isso, preciso me apresentar aqui. Olá, bees! Eu sou Matheus, o mais novo colaborador do Ahazô, bee! a convite do Marcelo (o criador dessa fofura). Assim como ele, sou jornalista (mas em formação, tá?! Faltam cinco boletinhos), apaixonadíssimo por todo tipo de manifestação cultural e, principalmente, por música. Então, vocês me verão falar muito sobre lançamentos e palpitando sobre os álbuns, clipes e músicas dos artistas pop.

2
Eu mesmo, Matheus

E, meu start aqui no vale da internet é sobre um dos melhores e mais lindos lançamentos do ano: God is a woman, de Ariana Grande. Após o lançamento de no tears left to cry (o lead single) e the light is coming (single promocional), da era sweetener, as especulações sobre qual seria o segundo single se intensificaram, mas a maior pista foi entregue por Ariana no MET Gala, ao usar um vestido em referência à famosa pintura O Dia do Juízo Final, de Michelangelo. Eis o recado implícito: God is a woman é o segundo single!

3
Ariana Grande no MET Gala 2018

O que não esperávamos é que o lançamento da música e do clipe aconteceria sexta, 13 de julho, sete dias antes da data oficial prevista e confirmada pela cantora, que prometeu lançamentos todo dia 20 de cada mês até a data de lançamento de seu quarto álbum, marcado para 17 de agosto. Ok, vamos ao que interessa…

Gosd is a woman é, de longe, a melhor música da carreira de Ariana Grande, que começou como uma menina romântica em seu primeiro single da carreira, Put Your Hearts Up, e hoje se destaca como símbolo de uma onda maravilhosa de empoderamento e poder feminino, claramente ressaltado na canção. Produzida por Ilya Salmanzadeh, responsável por ótimas produções anteriores da cantora como Into You e Side to Side, a música entoa liberdade sexual e empoderamento feminino, temas fortes dentro de um tom sexy e sucedido de um vocal arrepiante, nos últimos minutos.

4
Capa do segundo single do Sweetener

Na letra, Ariana traz versos como Baby, lay me down and let’s pray (amor, me deite e vamos rezar) e So, baby, take my hand, save your soul (então, amor, pegue minha mão, salve sua alma) que mesclam religiosidade com sexualidade sem parecer algo agressivo, o que já pensaram alguns conservadores dos EUA, ao acusarem a ex-act de blasfêmia. Disappointed but not surprised, next.

5
Foto do clipe de God is a woman

E finalmente fomos impactados com o lançamento do clipe que traz referências da arte, história e religião, incluindo uma participação mais que especial da rainha do pop (com todos os aplausos e respeito do universo, né) Madonna, que cita um trecho do filme Pulp Fiction, de Quentin Tarantino. God is a woman é a consolidação da carreira de Ariana, que enfrentou tempos sombrios na época do atentado em Manchester e enfim, retornou brilhantemente, em 2018, sem motivos para chorar, com a luz que a escuridão roubou e provando que Deus é sem dúvidas uma mulher forte e maravilhosa.

6
Foto do clipe de God is a woman / SPOILER: é nesta cena que temos a participação de Madonna!

Ouça o single aqui:

Assista ao clipe aqui, e aprecie essa obra de arte, repleto de referências da história:

“E eu vou atacar com grande vingança e fúria aqueles que tentarem envenenar e destruir minhas irmãs. E você saberá que meu nome é Senhor(a) quando eu colocar minha vingança sobre ti.”

Anúncios

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s